O valor da inteligência emocional
27 de novembro de 2014
Coaching&Carreiras
Comentários desativados

 

Para todas as relações que mantemos na vida social ou profissional é necessário saber lidar com as emoções e suas consequências em nossas atitudes. Porém, mais importante que isso é entender quais atitudes podemos tomar para ter certo controle sobre nossas emoções e usá-las a nosso favor.

Quando conseguimos desenvolver nossa inteligência emocional, melhoramos nosso raciocínio e tomamos atitudes sem eliminar os efeitos subjetivos de nossas decisões em outras pessoas. Esse aspecto pode, principalmente em um ambiente profissional, parecer supérfluo, mas na verdade é crucial.

No mundo organizacional, trabalhamos com outras pessoas, com equipes, ou seja, o resultado final é prejudicado por decisões que não levam em conta como estes indivíduos podem ser afetados pessoalmente. Um exemplo é a motivação. Trabalhar somente com o objetivo final, e não com as emoções, pode parecer o ideal na teoria, mas o rendimento e o resultado do trabalho nunca serão os mesmos se a equipe não estiver motivada. Assim, devemos entender que a melhor forma de motivar uma equipe é trabalhar com as peculiaridades de cada indivíduo, reconhecendo o que os fazem querer atingir os objetivos.

Então, se você deseja ser, hoje ou no futuro, um líder bem-sucedido, trabalhe a inteligência emocional. Observe suas atitudes e entenda quantas delas foram consequências apenas de seus sentimentos. A melhor dica é não reagir por impulso, estudar situações e evitar surpresas. Também atente-se às outras pessoas, observe-as e entenda como elas se sentem, assim você saberá como agir com as pessoas, atingi-las de forma positiva e motivá-las a estar ao seu lado tanto profissional, quanto pessoalmente.

Seguir essas dicas pode não ser tão simples, por isso existem os cursos de Coaching, que trabalham pensamentos filosóficos e técnicas psicológicas aplicadas à vida profissional. Para encurtar caminhos e desenvolver sua inteligência emocional a níveis que lhe deixarão impressionado, até mesmo com seus próprios resultados!

por