Entenda porque apenas 8% das pessoas alcançam seus objetivos
28 de agosto de 2017
Coaching&Carreiras

Você acha que as pessoas que alcançam sucesso na vida são pessoas de ‘sorte’ ou foram agraciadas pela providencia divina? Ou porque umas pessoas – até desonestas – são bem mais bem-sucedidas que outras?

É fato, apenas uma pequena parcela da população consegue alcançar seus objetivos e realizar sonhos e projetos, enquanto que a imensa maioria das pessoas não os alcançam. O que distingue uns dos outros? Seria somente uma questão de providência divina? Alguns têm mais sorte do que outros? Só os desonestos conseguem? (Uma crença equivocada)

Enfim, há muita discussão em torno desse assunto entre os especialistas e coaches do mundo inteiro, em todos os congressos de desenvolvimento e performance humana, mas inegavelmente, todos concordam num ponto: Há, inegavelmente, independente das circunstâncias, um padrão comportamental diferenciado entre aqueles que conseguem. Vejamos:

1- Lista de desejos – Procure fazer listas mais curtas e simples de desejos evitando aquelas que dificultem uma tomada de decisão mais objetiva. Quanto mais concentrada for a sua lista, mais rápida se torna a tomada de decisão e consequentemente suas ações serão mais focadas naquilo que realmente importa, evitando com isso dispersões ocasionadas por uma infinidade de ações executadas por conta de diversos objetivos propostos num curto espaço de tempo. Lembre-se: Faça uma coisa de cada vez até o fim;

2- Persistência – Adquirir um novo hábito e incorporá-lo no dia-a-dia definitivamente não é tarefa nada fácil, com isso, muitas pessoas desistem logo nos primeiros dias, que são decisivos, portanto, torna-se fundamental persistir apesar das dificuldades, muitas vezes a mente quer, mas o corpo não corresponde e vice-versa, mantenha-se firme no objetivo sabendo que nenhum resultado vem como “num passe de mágica”, tudo é fruto de muito esforço e dedicação, um segredo para se manter firme e focado no objetivo: Veja os resultados antes mesmo que eles aconteçam, imagine que já chegaram, sinta-o, drible a sua mente, pense que já conquistou e siga em frente.

3- Disciplina – Uma vez tendo vencido os primeiros dias, que normalmente são os mais difíceis, mantenha um cuidado redobrado com a disciplina, pois é natural alcançar os primeiros resultados às custas de muito esforço e depois dar aquela velha relaxada, aí que mora o perigo, pois há um limite tênue entre o relaxamento e a negligência e é neste ponto que muitas pessoas se perdem. É por isso que muitos atletas e profissionais, sobretudo da aviação, utilizam check list para tudo, de maneira a evitar a menor possibilidade de esquecer algo, além, óbvio, de evitar o risco de voltar quase instantaneamente ao velho padrão comportamental (que não o levará a lugar algum).

4- Divirta-se – Curta a trajetória, não tome o seu objetivo como um peso, mas como um obstáculo a ser superado, todos nós temos pontos fortes e fracos que se distinguem de pessoa a pessoa, no entanto, geralmente, as pessoas bem sucedidas, têm uma “alma” mais leve, cultive o bom humor, muitas vezes é necessário rir da própria desgraça, tente não se levar tão a sério, ficar sisudo por conta das dificuldades não o aproximará dos seus objetivos e ainda afastará as pessoas de você. Desse modo, procure potencializar o que você tem de pontos fortes e minimizar ao máximo os fatores de interferência (pontos fracos e ameaças externas), isso não é garantia de sucesso absoluto, pois outras variáveis intervenientes (estranhas) podem surgir. Dica: Sinta-se como se estivesse em um jogo, onde você tem que passar de fases para vencer e a próxima é sempre mais complexa que a anterior.

5- Mudar de atitude – Imagino que você já deve ter ouvido de muitos autores e palestrantes a mesma coisa, mas vou reafirmar: “É impossível querer atingir novos resultados fazendo sempre a mesma coisa”, quer resultados diferentes? Experimente fazer diferente, arrisque-se, se jogue, permita-se errar, entenda que ninguém chega a um estágio superior agindo da mesma maneira. Você está com medo? Vai assim mesmo! É natural sentir um frio na espinha e um certo temor do novo, porém é a única maneira de dar certo. A ousadia é uma característica preponderante dessa minoria de vencedores que realizam os seus sonhos.

O segundo semestre já começou, esta semana inauguramos o mês de agosto, restam quatro meses para você cumprir uma ou algumas das promessas feitas na virada do ano. O tempo não para, não espera ninguém, e como diria Geraldo Vandré, você faz a sua hora, portanto, que seja agora! Venha ser parte deste seleto clube dos 8% bem sucedidos.

Fonte: Portal Administradores

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>