Como definir Metas e Objetivos

21 de novembro de 2015
Coaching&Carreiras

Como definir Metas e Objetivos

Quem nunca teve aquela sensação de estar só apagando incêndios? Ou de se sentir como uma barata tonta? Muitos empreendedores passam dias e dias só correndo atrás do prejuízo, sem perceber que seus resultados são limitados pelo tempo que ele fica dedicando seu tempo às coisas que não tem valor para o seu negócio. Como já disse anteriormente, em média, somente 20% do nosso tempo estamos gerando valor para o nosso negócio.

Mas como gerar valor para o nosso negócio o tempo todo? Como saber se estamos de fato sendo produtivos? O que especificamente gera valor para o meu negócio e o que não gera? Você deve estar se perguntando, por que um portal de Gestão do Tempo e Produtividade falaria sobre Como Definir Metas e Objetivos? Qual a relação?

Na minha visão esses dois temas tem total relação! Segundo o livro “A Meta”, best –seller escrito pelo Eliyahu M. Goldratt sobre Definição de Metas e Objetivos, produtividade significa atingir suas metas. Em outras palavras, a melhor forma de mensurar se você está sendo produtivo ou não, é saber se você está fazendo aquilo que foi planejado.

Muitos micro e pequenos empresários não tem o costume de escrever suas metas e muito menos de mensurar se as suas estratégias estão dando certo. De nada adianta você fortalecer seu jogo interno, usar as melhores ferramentas, se você não sabe o tamanho do resultado que isto está gerando.

Quem não tem metas claras se contenta com qualquer resultado!

Você já deve ter ouvido falar sobre Metas SMART, do inglês, Metas Inteligentes. Antes de dividir com vocês uma reflexão mais avançada sobre como definir metas e objetivos, é importante conhecer profundamente os conceitos de uma meta SMART.

Como Definir Metas e Objetivos Smart

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Vou explicar o que significa cada sigla, quando usar e comentar um exemplo para que facilite o entendimento da mesma. Digamos que a pessoa queira fazer uma meta de Vendas para a sua empresa.

“S” de Específica (do inglês, Specific)

Por que dizer “quero aumentar as vendas da minha empresa” é uma meta vaga? Citamos bastante aqui no blog sobre PNL (Programação Neurolinguística) então já dá para perceber que essa frase utiliza um discurso muito generalista. Logo o primeiro passo é utilizar um discurso específico, e não generalista. Esse é o primeiro conceito das metas SMART.

Quer dizer que você deve ser claro e específico quando descrever a sua meta. Geralmente, perguntar “O que? Por que? Quem? Onde? Qual é?”, ajuda a construir essa sentença.

“M” de Mensurável (do inglês, Measurable)

Usando o mesmo discurso, vem o segundo passo da definição de metas e objetivos utilizando SMART, que seria definir se aquele discurso é possível ser medido. É possível, de alguma forma, medir aquela meta?

Significa que sua meta deve ser possível medir, as perguntas que acompanham esse item é “Quanto custa? Quantos? Baseado em que valor eu saberei que essa meta foi atingida?”.

Muitos empreendedores por não ter o hábito de se planejar, quando começam a botar no papel suas metas e objetivos, acabam não tendo muita noção das distrações e interrupções que circundam suas atividades. Por exemplo, quando planejam o seu dia, acabam esquecendo-se de colocar que eles vão almoçar, escovar os dentes, caminhar ou dirigir de um lugar para o outro, fazer exercício físico, tomar um café e assim por diante.

“A” de Atingível (do inglês, Achievable)

Então o terceiro passo na definição de metas é que esta meta seja atingível. Por exemplo, é possível que você aumente em 300% suas vendas de um mês para o outro, levando em consideração que:

  • Há cinco anos você tem, consistentemente, os mesmos resultados
  • Você não aumentou sua equipe de vendas
  • Não desenvolveu nenhuma nova estratégia de canal
  • Não ensinou nenhuma técnica nova de vendas
  • Enfim, não mudou nada na sua estrutura

Nesse caso, é possível aumentar de um mês para o outro 300% das suas vendas? Eu diria que simplesmente com uma atitude diferenciada você conseguiria, mas nesse cenário, talvez fosse pouco provável conseguir esse aumento.

Significa que sua meta deve ser atingível. Então para ajudar a encontrar a sentença apropriada, sempre acompanhe da seguinte pergunta: “Como que eu saberei se a meta foi atingida? Baseado em qual parâmetro?”

Relacionado: Acabe com a Procrastinação de Forma Definitiva

Apesar de existirem controvérsias em relação a este próximo item que fala de “ser realista” ou ser “relevante” para o seu negócio. Antes de detalhar este item, gostaria de fazer uma pausa para uma reflexão. Imagine a seguinte história:

– Um jovem, negro e pobre, nascido no Havaí (Estado que nunca elegeu um presidente) e num país cujos 43 presidentes da história, nunca teve nenhum negro presidindo. Este jovem olha para sua família e amigos e diz: eu tenho um sonho, sonho de ser presidente dos Estados Unidos.

Aí eu te pergunto: se você vai analisar as metas desse jovem rapaz, você diria que essa meta seria nem atingível nem realista, correto? Pois então, Barack Obama venceu todas as barreiras e preconceitos e, aos 47 anos se tornou presidente dos Estados Unidos. Ou seja, se você tem um desejo ardente, reavalie esta meta e não perca seu tempo com más influências, acredite em você.

“R” de Relevante (do inglês, Relevant)

Esse princípio diz que sua meta deve ser relevante, ou como alguns preferem dizer: realista. Relevante/Realista porque aquela meta deve fazer sentido para você e para o seu negócio, não serve de nada você ser uma fábrica de calçados em franca expansão que tem uma meta que é vender 1000 hambúrgeres até o final do ano. Enfim, o exemplo foi absurdo, mas é só para ter um melhor entendimento do seu negócio.

Nesse mesmo exemplo acima, posso dizer que a Budweiser, a maior indústria cervejeira do mundo e reconhecido como “sonho americano” feriu essa regra criando um parque de diversões. Isso geralmente acontece quando a empresa perde seu foco.

“T” de Temporal (do inglês, Time to delivery)

E para finalizar, sua meta deve ter um prazo e conforme o item acima, esse prazo também deve ser relevante para o seu negócio, deve ser avaliado tarefas interdependentes, como por exemplo: “vender o dobro nos próximos 3 meses” pode não fazer sentido se você não tem estoque suficiente e sua linha de produção demora 2-3 meses para desenvolver um novo produto do zero.

Significa que sua meta deve ter um prazo para ser atingida. Uma coisa é você querer vender 10.000 produtos até o final do ano, outra coisa é você querer vender essa mesma quantia até o final do mês, tem toda a diferença.

Colocar um limite para que a sua meta seja realizada estimula você a ser criativo e dar um jeito concluir dentro do prazo, se você deixar solto esse projeto pode ficar se “arrastando” por anos.

Sendo assim espero que tenha ficado claro a importância de fazer o planejamento bem estruturado, só que não para por ai, escrever as metas é só o primeiro passo e representa 10% do esforço do projeto. O mais importante vem depois disso que é a execução com foco que fará sua meta sair do papel, se tornar real trazendo resultados práticos para o seu negócio e sua vida pessoal.

 

É isso aí, defina suas metas e objetivos, coloque as técnicas do jogo interno em prática, esteja preparado com as ferramentas do jogo externo e mãos na massa!

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>